Skip to main content
Category
Exposições
Joana Vasconcelos – Plug-in
Small Description
Curador: João Pinharanda
Image
joanavasconcelos
Mobile Image
joanavasconcelos
Image Credit
Vista da exposição "Plug-in" de Joana Vasconcelos. Fotografia de Bruno Lopes.
Text

O MAAT apresenta Plug-in, uma exposição individual de Joana Vasconcelos, que reúne obras inéditas, algumas peças icónicas produzidas pela artista desde 2000, e ainda obras da Coleção de Arte Fundação EDP, estabelecendo um diálogo entre o património da eletricidade, a tecnologia e as artes plásticas.

 

Plug-in tem lugar em ambos os edifícios do museu, agora designados como MAAT Central e MAAT Gallery. No primeiro, a artista apresenta a Árvore da Vida (2023), criada no contexto da Temporada Cruzada Portugal-França e adaptada agora à Central Tejo. No MAAT Gallery, são apresentadas sete obras no total: a inédita Drag Race (2023), que estabelece um diálogo com War Games (2011), duas viaturas convencionais transformadas em obras de arte, a primeira exuberantemente ornamentada com talha dourada e plumas e a segunda coberta com espingardas brinquedo e recheada com bonecos de peluche. Duas peças que marcaram presença no Guggenheim Museum de Bilbau são apresentadas pela primeira vez em Lisboa: a máscara de espelhos popularizada com o título I’ll Be Your Mirror (2019) e o gigantesco anel Solitário (2018), que está instalado no exterior do museu. Da Ásia chega a escultura têxtil Valkyrie Octopus criada em 2015 para o resort MGM Macau, pela primeira vez na Europa, agora na Galeria Oval.

 

A estas obras da produção mais recente da artista, junta-se uma outra pertencente à Coleção de Arte Fundação EDP, que permite revisitar a sua história, sem nunca perder a ligação elétrica que dá o mote a esta exposição. Strangers in the Night (2000) marcou presença nesta mesma localização em Medley, a primeira retrospetiva de Joana Vasconcelos, tornada possível pela primeira edição do Prémio Novos Artistas Fundação EDP que lhe foi atribuído em 2000. 23 anos mais tarde – e depois de ter firmado o seu nome na cena mundial – a artista portuguesa regressa à beira-rio com uma exposição ambiciosa. A partir do património da eletricidade, que está na génese da atuação da Fundação EDP, e do diálogo entre tecnologia e artes plásticas, presente em muitas das suas criações, restabelece a ligação com o público da sua cidade.

 

Joana Vasconcelos foi a primeira artista a vencer o Prémio Novos Artistas Fundação EDP, em 2000: “Ainda me lembro do dia em que o João Pinharanda me ligou a dizer que eu tinha ganho a primeira edição do Prémio Novos Artistas da EDP. Foi uma das raras vezes na minha vida – a outra aconteceu com Versalhes – em que fiquei verdadeiramente surpreendida. Eu ia a conduzir, comecei a rir e tive que parar o carro. Quando percebi que ele estava a falar a sério fiquei radiante de alegria, obviamente, e comecei a pensar no que ia fazer com aquele dinheiro. Decidi logo comprar a câmara de vídeo que me permitiu filmar o Fátimashop, o Hand-Made e uma série de outras coisas. Desde o início, o prémio EDP afirmou-se como um momento muito importante, que despoletou muitas coisas na minha obra.”

 

Visitas orientadas
Todos os dias, com exceção das terças-feiras: 13.30, 16.00 e 18.00 (MAAT Gallery)
Sábados e domingos: 11.00 (MAAT Central)
[Visitas gratuitas mediante apresentação de bilhete de entrada no museu.]

 

Meditações Chacra do Coração
Datas: 03/11/2023, 15/12/2023, 12/01/2024, 09/02/2024, 01/03/2024, 12.00
[Participação gratuita mediante apresentação de bilhete de entrada no museu.]

 

Yoga com Arte
Datas: 20/01/2024, 03/02/2024, 17/02/2024, 16/03/2024, 09.30

 

Schedule
Start Date
End Date
Time Duration
Start time
10.00
 — 
End time
19.00
|
Location

MAAT Gallery

localization-icon
Created with Lunacy
Location

MAAT Gallery

localization-icon
Created with Lunacy
Tickets
Indicates required field
Escolha o seu idioma
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Declaro que tomei conhecimento da política de privacidade e concordo que os meus dados pessoais sejam recolhidos pela Fundação EDP e tratados para cada uma das finalidades que assinalei.