Datas

Encerra
Terças-feiras
Horas
12h00 - 20h00
Curadoria
Inês Grosso
Performance
22 março, 18h - grátis para membros
Exposições

HÉCTOR ZAMORA. ORDEM E PROGRESSO

HÉCTOR ZAMORA, ORDEN Y PROGESO, 2012. FOTOGRAFIA: MUSUK NOLTE, CORTESIA DO ARTISTA

 

Ordem e Progresso é uma nova versão de uma performance-instalação que o artista mexicano Héctor Zamora (Ciudad de México, 1974) realizou em 2012 no Paseo de los Héroes Navales, em Lima, Peru, e, em 2016 no Palais de Tokyo, Paris. Nesta versão, destroços de barcos de pesca tradicionais portugueses, de diferentes regiões costeiras, ocupam temporariamente a Galeria Oval do MAAT. Ordem e Progresso evoca a tradição marítima profundamente enraizada na identidade portuguesa, mas também a dimensão sociopolítica que tem caracterizado a prática artística de Zamora, neste caso, a ideia de promessa contida nas embarcações clandestinas que levam milhares de refugiados em perigosas travessias do mar Mediterrâneo.

Esta apresentação integra a programação da Capital Ibero-americana da Cultura 2017 e da BoCA – Biennial of Contemporary Arts, cuja primeira edição tem lugar em Lisboa e no Porto, de 17 de março a 30 de abril, com uma programação transversal às artes visuais, performativas e à música.